Central de marcação de consultas

(31) 3248-3000   


Hospital Semper é comprado por novo grupo de gestão em saúde de MG

Compartilhe:

O grupo Mira S.A acaba de adquirir um novo braço de atendimento à população. Agora, além da clínica Cetus Oncologia e do Instituto Mineiro de Mastologia (IMMA), a empresa comprou 80% das ações do Grupo Semper, formado pelo Hospital Semper, Semper Home Care e Semper Diagnósticos, localizado na Alameda Ezequiel Dias, 389, região hospitalar de Belo Horizonte.

De acordo com o CEO do grupo Mira S.A, Fábio Lentúlio Mota, o objetivo da aquisição é ampliar a linha de cuidados aos pacientes da capital mineira e região metropolitana. “Nosso foco de atendimento não será apenas a oncologia, que já é expertise da Cetus. Teremos sim no novo espaço uma equipe de ponta, com alta capacidade em doenças oncológicas, mas o hospital continuará com atendimento geral e ambulatorial. Contaremos com uma gama variada de profissionais, entre eles mastologistas, ginecologistas, cardiologistas e aqueles voltados à procedimentos cirúrgicos do aparelho digestivo, entre outras especialidades”, revela.

Sob o comando do Grupo Mira S.A, o Semper manterá os exames ambulatoriais, incluindo desde os procedimentos de imagem, como raio-X, ultrassonografia, tomografia e endoscopia digestiva alta aos clínico-laboratoriais, além de internação hospitalar ou domiciliar. “O Grupo [Semper] será multibandeira, ou seja, atenderá diversos convênios”, completa o executivo.

Outra novidade, segundo o CEO, é que com a aquisição, o Semper torna-se um hospital de corpo clínico aberto: além dos médicos contratados que já atuam no complexo de saúde, profissionais liberais também poderão usar o espaço para fazer suas consultas e procedimentos cirúrgicos. “Não apenas os pacientes serão nossos clientes como também os médicos”, ressalta Fábio acrescentando que a Mira S.A está, sobretudo, orgulhosa por ter fechado o negócio. “O Semper tem tradição em Belo Horizonte. Vai fazer 60 anos em dezembro e conta com corpo clínico renomado, com sólida formação, maturidade científica, forte atuação em urgência e emergência e alto grau de reputação médica. Esse passo que damos, hoje, é o começo de um longo processo em prol da modernização dos equipamentos e instalações no hospital”, conclui.