Central de Atendimento

(31) 3248-3000   


Estruturação de mercado marca os 60 anos do Hospital Semper

Localizado em um dos prédios mais emblemáticos e tradicionais da área hospitalar de Belo Horizonte, o hospital Semper acaba de completar seis décadas de fundação e assim como aconteceu com tantas empresas da área de saúde em 2021, também passou por uma grande estruturação neste ano de tantas fusões e aquisições no setor: em setembro teve 81% de seu controle acionário incorporado aos negócios da Mira S.A., grupo já responsável pela gestão das clínicas Cetus Oncologia em Betim, Contagem e Belo Horizonte e do Instituto Mineiro de Mastologia, em Betim.

Para a diretora técnica do hospital, Marcela Tofani, as mudanças, antes de serem estratégicas, são vistas como necessárias e fruto do dinamismo do mercado. “O Semper é um hospital consolidado, de nome e tradição, mas que precisa de parceiros e investimento, não só financeiro como também tecnológico/humano. Já vínhamos buscando essa parceria pois acreditamos que este é o melhor caminho para preservarmos a história desta casa e, com isso ampliar sua qualidade e resolutividade”.

Diretor-presidente do Grupo Mira S.A., o médico ginecologista e obstetra, Fábio Lentúlio Mota Filho acrescenta que o objetivo da aquisição neste ano marcante para o hospital é, para além de mantê-lo como uma unidade de saúde geral voltada ao atendimento adulto, incorporar especialidades de oncologia e hematologia. “Nesse processo de mudanças, o Hospital [Semper] continuará sendo multibandeira, ou seja, atenderá diversos convênios, o que hoje é quase uma raridade na região central da cidade”, completa o executivo.

Outra novidade, segundo o CEO, é que com a aquisição, o Semper chega aos 60 anos como um hospital de corpo clínico aberto: além dos quase 500 médicos contratados que já atuam no complexo de saúde, profissionais liberais também poderão usar o espaço para fazer procedimentos cirúrgicos. “Não apenas os pacientes serão nossos clientes como também os médicos”, ressalta Fábio acrescentando que as mudanças na infraestrutura da unidade já estão saindo do papel. “Adquirimos um novo tomógrafo computadorizado, novos aparelhos de ultrassom, de vídeo-cirurgias, reformamos os apartamentos. Vamos aliar a modernidade da Mira, grupo que nasceu há poucos meses, com a tradição de seis décadas de vida e história do Semper. Sem dúvida será um belo casamento, ressalta.

O CEO destaca, entretanto, que apesar das mudanças internas, a fachada do prédio onde o Semper está localizado, na Alameda Ezequiel Dias, 389, continua a mesma. “É um prédio tombado, um marco simbólico da arquitetura na capital mineira, cujas características, por todo o valor imaterial que carregam, merecem ser mantidas”.

Breve história

No dia três de março de 1961, um grupo composto por cinco médicos iniciou as atividades da Clínica Semper, na região da Savassi. Composta por 20 profissionais, a empresa era especializada em urgências e neurologia. No final daquele mesmo ano, teve de mudar de local, para comportar o alto número de pacientes que atendia. Ao mesmo tempo, Belo Horizonte passava por um forte crescimento econômico, que trouxe grandes oportunidades de desenvolvimento da área médica.

Seis anos depois, em 1967, o Semper já era referência em atendimentos de urgência, tornando-se, portanto, um hospital – o maior pronto-socorro particular da capital mineira. Hoje, a unidade de saúde é apenas um dos braços de um grupo, que conta ainda com Semper Home Care e Semper Diagnósticos. Nesses 60 anos de existência construiu um corpo clínico de grande conhecimento e reputação médica. Sua estrutura funcional e dinamizada proporcionam um atendimento de qualidade e resolutividade a milhares de pacientes por mês.