Central de marcação de consultas

(31) 3248-3000   


Conheça as opções de tratamento para varizes

Compartilhe:

Você com certeza já ouviu falar em varizes. O problema é muito comum no Brasil, com mais de dois milhões de casos por ano. O casos se caracterizam, normalmente, por vasinhos escuros, dilatados e tortuosos que aparecem nas pernas e nos pés e são apenas uma preocupação estética, sem trazer danos à saúde. 

Porém, em algumas situações, as varizes também podem indicar problemas de circulação sanguínea nos membros inferiores. Segundo a dra. Renata Vergara, angiologista do Hospital Semper, a má circulação pode trazer dores, inchaço, sensação de peso e cansaço nas pernas e, em casos mais graves, feridas internas chamadas de úlceras varicosas. Entenda melhor as causas e as consequências das varizes e quais são as opções de tratamento para esse quadro médico. 

Quais são as causas das varizes?

Segundo a dra. Renata, a principal causa é a genética. Mas, além dela, existem fatores de risco como: obesidade, gravidez, sedentarismo, rotinas que exigem que a pessoa passe muito tempo de pé ou sentada

Assim, para evitar o aparecimento das varizes e todas as complicações que elas podem trazer, é importante fazer exercícios regularmente e ter uma dieta balanceada. Também é bom “evitar passar longos períodos parado de pé, de pernas cruzadas ou sentado, além de consultar sempre um angiologista para ter controle da saúde das pernas”, explica a médica.

Apesar de as varizes acometerem, em sua maioria, mulheres depois dos 30 anos, hábitos saudáveis, como exercícios e uma boa dieta, devem começar, para todos, desde a infância. “No caso das pessoas que trabalham de pé ou que estão grávidas, é aconselhável procurar um angiologista o mais breve possível para avaliar a possibilidade do uso de meias compressivas, de forma a evitar ou minimizar o aparecimento de varizes e suas complicações”, indica a doutora. 

Para entender melhor os problemas de circulação que podem acometer o nosso corpo e o que se pode fazer para evitá-los, confira este outro artigo.

Só um especialista (médico angiologista ou cirurgião vascular) pode dizer se as linhas arroxeadas nas pernas oferecem um risco à saúde ou são apenas um incômodo estético. Ele vai avaliar o que está causando a dilatação dos vasinhos. Depois dessa avaliação, será possível, também, indicar o melhor tratamento. 

Quais são os tratamentos disponíveis para varizes?

  • Escleroterapia

Essa técnica não cirúrgica consiste na aplicação ou injeção de líquido ou espuma que impede a circulação sanguínea na veia varicosa. Depois dessa aplicação, o sangue é obrigado a encontrar novos caminhos para circular naquela área do corpo, e a veia varicosa desaparece. 

Esse tratamento costuma ser o mais adequado para casos em que as varizes são apenas uma preocupação estética. A aplicação da espuma pode ser feita em consultório. São necessárias várias sessões, mas o tratamento não requer nenhum tipo de repouso, é ideal para pacientes que têm alto risco cirúrgico e não podem ser submetidos a anestesia ou internação.

  • Laser transdérmico

Esse é um método em que um pulso de luz penetra a pele e é absorvido pelo sangue, o que aumenta a temperatura e destrói as paredes do vaso varicoso, oferecendo o mesmo resultado da aplicação da espuma. Ele é ideal para tratar varizes em vasinhos muito pequenos, que são chamados de telangiectasias e vasos reticulares. Podem ser necessárias mais sessões, mas o tratamento não é doloroso. 

  • Radiofrequência

Mais indicada para varizes na veia safena, que é a principal veia da perna. A radiofrequência é capaz de tratar apenas um trecho do vaso sanguíneo, sem destruí-lo ou inutilizá-lo como nos outros procedimentos.

Através de um pequeno corte, é disparada uma quantidade controlada de energia em radiofrequência na parede da veia, que vai reduzir a sua dilatação. A recuperação costuma durar uma semana, ou seja, é mais rápida que a da cirurgia. 

  • Cirurgia venosa

No procedimento cirúrgico, as veias que não estão funcionando bem são retiradas. O resultado a longo prazo é muito bom e o estético também. “É considerada uma cirurgia de baixo risco. Geralmente, a paciente se interna, opera e recebe alta para casa no mesmo dia. Com 15 dias, ela pode retornar à rotina de trabalho”, explica a dra. Renata. 

Como escolher o tratamento?

Todos os procedimentos para tratar as varizes têm suas vantagens e desvantagens. Para escolher o melhor para cada caso clínico, é necessário avaliar uma série de fatores. O mais indicado costuma ser uma combinação de vários tratamentos diferentes. 

O primeiro passo para montar o tratamento completo é procurar um médico especialista, angiologista ou cirurgião vascular. Ele fará um diagnóstico e apresentará as opções para o paciente. “A decisão final é tomada em conjunto. A gente vê a disponibilidade de investimento e de tempo que o paciente tem, conversamos sobre as preferências e objetivos até chegar no melhor método para tratar cada caso individualmente”, explica a médica. 

Aqui, no Hospital Semper, a equipe de angiologistas e cirurgiões vasculares é experiente e pioneira no tratamento das varizes em Belo Horizonte. Temos várias opções  disponíveis. Marque uma consulta para avaliar o seu caso.