Central de marcação de consultas

(31) 3248-3000   


Fique atento aos possíveis sintomas da intoxicação alimentar

Compartilhe:

Um problema muito comum no verão preocupa a Organização Mundial de Saúde (OMS). De acordo com as estatísticas da entidade, uma a cada 10 pessoas ficam doentes todos os anos no mundo por causa da intoxicação alimentar.

A intoxicação acontece quando ingerimos água ou alimentos contaminados por bactérias, vírus ou parasitas, que se multiplicam com maior facilidade em ambientes de pouca higiene e altas temperaturas. O mal-estar costuma passar em pouco dias, mas pode se complicar dependendo do agente causador.

A bactéria Salmonella, por exemplo, pode levar à desidratação aguda. Já a que causa botulismo é capaz de afetar nosso sistema nervoso e até levar à morte.

Por isso, ao sinal de qualquer sintoma, é importante procurar um médico para que ele identifique que tipo de germe está causando a intoxicação e para que você consiga tratar, logo, o problema.

Sintomas mais comuns da intoxicação alimentar

  • Diarreia

A diarreia causada pela intoxicação alimentar costuma ser aquosa. Isso significa que o corpo vai liberar uma quantidade de água muito alta junto às fezes. É por isso que uma parte importante do tratamento é a hidratação: precisamos beber muito líquido para repor o que perdemos.

Em casos de intoxicação alimentar grave, a diarreia persiste por mais de três dias. Outro indicador preocupante é a presença de sangue nas fezes.

  • Dores e cólicas abdominais e intestinais

Dor abdominal, dor de estômago ou dor na barriga são sintomas comuns da intoxicação alimentar. Elas podem acontecer em qualquer parte da barriga e podem ser um sintoma de outras condições médicas.

Repare na região do abdômen onde a dor está aparecendo, se ela é constante ou se vai e vem. O médico provavelmente vai te perguntar sobre isso para fazer um bom diagnóstico.

  • Náuseas, enjoos e vômitos

A intoxicação alimentar acontece porque seu corpo ingeriu algo que o faz mal. Assim, é natural que o organismo tente expelir esse germe indesejado. Isso pode provocar a sensação de estômago embrulhado e vômitos. Um sinal de que a intoxicação alimentar é grave é a presença de sangue no vômito.

Se você se sentir enjoado, repasse mentalmente as refeições dos últimos dias e pode ser que você identifique o que foi que te fez mal.

Outros sintomas que também são comuns em casos de intoxicação alimentar são , calafrios, dor de cabeça, flatulência, mal-estar e perda de apetite.

Intoxicação alimentar grave

Nos casos mais agudos da doença, além de sangue nas fezes e no vômito, podem ocorrer também febre acima de 38º, visão dupla, e sintomas de desidratação (sede excessiva, boca seca, fraqueza e tonturas).

A intoxicação alimentar tem mais chances de se complicar em gestantes, crianças, idosos ou pessoas que estão em tratamento de outras doenças e, por isso, estão com o sistema imunológico temporariamente fragilizado.

Previna-se

Segundo o Ministério da Saúde, os alimentos que mais causam intoxicação alimentar no Brasil são:

  • Ovos crus;
  • Frutos do mar;
  • Enlatados;
  • Maionese;
  • Queijos;
  • Saladas cruas ou frutas;
  • Carnes mal passadas;
  • Água;
  • Sorvetes.

Para reduzir as chances de ingerir alimentos contaminados, é necessário ter cuidados na higiene e na preparação das refeições:

  • Lave as mãos antes, durante e depois do preparo dos alimentos, depois de ir ao banheiro ou tocar em objetos sujos ou animais;
  • Lave e desinfete frutas e legumes antes das refeições com hipoclorito de sódio;
  • Lave as superfícies e utensílios usados para preparar alimentos com água quente e detergente;
  • Assegure-se de que alimentos quentes sejam sempre mantidos em temperaturas acima de 60º e alimentos frios, sempre abaixo de 5º;
  • Evite ingerir alimentos que ficaram muito tempo sob temperatura ambiente;
  • Confira prazo de validade, etiqueta, aparência, consistência e odor dos alimentos antes de comprá-los;
  • Evite qualquer alimento cru ou mal cozido;
  • Evite alimentos ou água de procedência duvidosa.

Se você se identificar com qualquer sintoma que possa indicar uma intoxicação alimentar, pode procurar o Pronto Atendimento 24h do Hospital Semper. Temos um corpo clínico qualificado para identificar o que está causando a intoxicação e qual a melhor forma de tratá-la. Conte com a gente!